Piada (de mau gosto) do dia (Ensaio sobre a cegueira – versão tupiniquim na brasa lenta ou a Flusócio, novamente, MENTE!)

Que me perdoe José Saramago por estar utilizando o título de uma das suas grandes obras.  Mas…
“O que me tranquiliza é minha forma de agir, honesta, correta, informando as pessoas sobre o que acontece dentro do clube, tomando decisões não só da minha cabeça.” (by Pedro Abad – Jornal LANCE – 26/10/2018)
 
Me digam uma coisa: como é que a Assessoria de Comunicação permite ao Abad que ele mesmo se desminta?
 
Quem foi que falou no dia 3 de dezembro de 2017:
 
“Existem ações que são polêmicas e que, se explicitadas, tornam-se inexequíveis, pela repercussão. O que foi feito é uma delas. Eu detenho o poder de decidir e, muitas vezes, isso é exercido de forma solitária, recaindo sobre mim o ônus e o bônus da escolha. O bônus foi ter melhorado nossa arquibancada e termos feito 7 pontos em 3 jogos. O ônus, muito maior, foi ter vivido o dia de ontem e ver pessoas se afastando. Não ter trazido para ninguém essa decisão visava poder de fato tomá-la e operacionalizá-la, bem como não expor os demais ao ônus dela.” ???
 
E essas palavras OFICIAIS foram publicadas na Globo.com:
 
https://globoesporte.globo.com/futebol/times/fluminense/noticia/em-carta-abad-explica-cessao-de-ingressos-a-organizadas-e-admite-temer-punicao.ghtml
 
Mas vamos além:
 
“Espero que entendam minha posição: foi na tentativa de preservá-los e poder, efetivamente, fazer o que achei melhor para o nosso clube. Como sempre fui sincero, digo que se, precisar fazer algo que julgue melhor para o clube sem avisar, vou fazer. Óbvio que me aconselho com pessoas de confiança, mas a decisão é minha.”
 
Putz… Ou seja… Ele esqueceu o que falou de forma OFICIAL…
 
E por último:
 
“Ao Filipe Dias [funcionário do marketing], obrigado por ter sido leal. Fiz questão de assumir perante as autoridades a responsabilidade e colocá-lo, junto do Artur [assessor de imprensa], como executores de uma ordem minha.”
 
Ora SENHOR PEDRO ABAD…
 
Decida-se… pode ser que na sua cabeça “as palavras o vento leva”, mas quando elas são ditas em uma CARTA  OFICIAL do Fluminense a coisa muda de figura…
 
Existe um claro desequilíbrio no discurso… resta saber se foi na a carta do dia 03/12/2017 ou na entrevista publicada hoje (26/10/2018) no jornal Lance…
 
Então SENHOR PEDRO ABAD… que tal a gente falar a verdade sobre os fatos:
 
Existe uma carta assinada por TODOS OS MEMBROS do seu Conselho Diretor,  em  Fevereiro/2018, onde ficam claras de quem são as responsabilidades e as autorias das CAGADAS que aconteceram no final do ano passado e no início deste…
 
Pode ser que a sua Assessoria de Comunicação não saiba desse fato… Imagine o terremoto que a publicação dessa carta / documento pode causar… ACABA A SUA GESTÃO!
 
Essas “entrevistinhas” realizadas e publicadas nos últimos dias com o fim de mostrar o quão o SENHOR PEDRO ABAD é bonzinho, não passam de mais um FACTOIDE com o selo de qualidade da Flusócio, do Peter (aquele que o SENHOR PEDRO ABAD defende até hoje) e com a marca de terem rebaixado o Fluminense em 2013, com TODO O DINHEIRO que a UNIMED despejou no clube.
 
Pode ser que na forma de vida do SENHOR PEDRO ABAD seja comum isso de que “as palavras o vento leva”
 
Mas a história do Fluminense, do VERDADEIRO FLUMINENSE (não a desse tal de “novo fluminense”) tem que ser conhecida tal qual ela foi escrita… por gente de bem e que nunca colocou os interesses pessoais acima do clube…
E   não essa endossada por  um bando de debiloides (alto clero da Flusócio) que no melhor dos casos tem menos de 20 anos como sócios do clube.
 
Por último… um conselho…
 
Trate de trazer a classificação do Uruguai… e fale menos…
 
Esse tipo de imagem que o SENHOR PEDRO ABAD quer passar já é deveras conhecido da Torcida do Fluminense… NÃO COLA MAIS!!!
 
Por isso…
 
#FORAABAD
#FORAFLUSÒCIO
 
#MOVIMENTO

Soy Latinoamericano… Quarta-feira é Guerra!

“Coração americano
Acordei de um sonho estranho
Um gosto, vidro e corte
Um sabor de chocolate
No corpo e na cidade
Um sabor de vida e morte
Coração americano
Um sabor de vidro e corte” (San Vicente  –  Milton Nascimento)

Hoje temos que colocar toda a voltagem direcionada à Copa Sul-Americana. O jogo contra o Nacional do Uruguai vai ser o primeiro grande desafio que enfrentaremos na competição.

E não se trata de um clube qualquer: na sua sala de troféus tem 3 Libertadores, 3 Intercontinentais, 2 Interamericanas e 1 Recopa Sul-americana…  muito peso nas costas que o digam.

Ou seja, é um adversário que tem uma camisa de peso.

Levo fé nos nossos jogadores, nada além disso, pois o elenco como um todo é fraco, o treinador Marcelo de Oliveira, como muito mediano. Entretanto a força da nossa torcida vai ser quem irá ditar o ritmo. Se os nossos torcedores entrarem em alta sintonia, podem fazer a nossa camisa jogar e muito.

Sem dúvida, vai ser a primeira das 6 decisões que teremos pela frente para a conquista do torneio. E a nossa história necessita mais do que nunca esse feito.

Apesar da minha ojeriza à gestão Pedro Abad, Flusócio, Democracia Tricolor (os mesmos que elegeram o Gil Carneiro e o Álvaro Barcelos), é preciso deixar essas diferenças de lado durando os 100 minutos de jogo. Depois, qualquer reação espontânea, vinda das arquibancadas, se tiver que rolar… rolará!

Portanto… Hoje… QUARTA-FEIRA É GUERRA!!!

#MOVIMENTO

#FORAABAD

PS 1 – A minha solidariedade aos funcionários da Sanatto que estão sem receber há 3 meses;

PS2 – Essa imagem foi tirada do vídeo da final do Campeonato Carioca de 1995… A FORÇA FLU veio pesada…