Não contém comigo para roubar o Fluminense! Ninguém corrompe a minha dignidade – (por Antonio Gonzalez)

Outra derrota. 

Não vou perder meu tempo prolongando discussões estéreis de que a arbitragem fez isso, de que o Marcelo Oliveira por enésima vez escalou mal, de que o Marcelo Oliveira com a anuência do omisso Vice Presidente de Futebol, Fabiano Camargo, insistiu em colocar o tal (essa coisa indescritível como jogador de futebol) do Junior Dutra, se faltam X pontos (tem gente que está muito calma dizendo que já está classificado, da mesma forma que tem gente muito preocupada com o poder de fogo dessa equipe).

O certo é que esse time do Fluminense não faz gol nem no arco-íris e que na próxima segunda-feira, contra o Ceará, VAI SER GUERRA…  Pelo menos deveria ser encarada como tal.

E já conhecendo como se movem… a essa altura, esse câncer da flusócio já está comandando o “passar a sacolinha” na tentativa de angariar dinheiro para pagar o bicho antecipado, da mesma forma  que esses frouxos, por medo dos jogadores (se fosse um clube dirigido por machos seria do pensamento do “quem não deve não teme”… como são um bando de bunda rachada, “quem deve se caga de medo) desaparecem do vestiário…

Sempre vou desejar o melhor para o Fluminense e quero que esses pontos que nos garantam à permanência na Série A, cheguem o antes possível.

Quanto à flusócio, desejo que morram cheio de feridas pelo crediário da Bemoreira / Ducal.

De preferência, bem longe do Fluminense.

“Nenhuma paixão pode, como o medo, tão efetivamente roubar o espírito da capacidade de agir e pensar.” (by Edmund Burke)

Comecemos pelo verbo roubar:

De saída digo que não falo de roubo de dinheiro… Não acuso a ninguém de desviar,

de surrupiar,

de afanar,

de gualdripar,

de abafar,

de abiscoitar,

de agadanhar,

de agafanhar,

de assaltar,

de defraudar,

de desfalcar,

de escamotear,

de gatunar,

de ladroar,

de larapiar ou coisa parecida…

Ou seja, ainda não tenho provas para dizer que existe roubo de dinheiro no clube ou que alguém esteja roubando o Fluminense financeiramente, menos ainda dizer (repito, com provas nas mãos) que tenha gente se dando bem às custas do Fluminense.

A noite desta última terça-feira 13 (martes trece – solo para los conocen la vida) é uma das mais tristes que vivi como Tricolor e, principalmente como Conselheiro!

Já são quase 48 horas  sem conseguir dormir.

Neste instante os meus olhos querem expulsar lágrimas e já não defino o que sinto como raiva.

Vai além! Tenho nojo e desprezo, em realidade é ódio o que nutro.

Mas é verdade o que escrevi acima:

Não contém comigo para roubar o Fluminense!

Porque no final dessa terça-feira 13 de novembro de 2018 (martes trece – solo para los conocen la vida), esses “pilantras que manipulam votações”, ROUBARAM O MEU SONHO…

E o meu iluso sonho é apenas mais um entre milhões de sonhos roubados…

E esse pessoal, flusócio e os coniventes (ou será os cornos mansos) dos Esportes Olímpicos, desde 2013 vem ROUBANDO O SONHO dos Tricolores.

De 2013 para cá caímos (legalmente e pela legalidade não cumprimos a pena) e levamos anos brigando para não cair apesar dos N namoros com o rebaixamento.

Falsos jogadores em fim de carreira… Ronaldinho Gaúcho, Henrique Bordeaux e Lucas lateral direito, entre eles… Ilusões não correspondidas…

Jogadores medíocres contratados a peso de ouro… Ou vocês ainda não fizeram a conta para saber quanto custam De Amores, Kaíke, Junior Dutra e Cabezas, por mês?  Mais de 600 mil, fora impostos… Traduzindo: dava para trazer fácil, molinho, a um Tiago Neves da vez…

Mas não… preferem ROUBAR SONHOS com essas contratações PIRATAS (que me permita o Conselheiro Alexandre Vilella) com o discurso do novo craque ou de recuperar, para os outros, no caso “os empresários” (vide Luan Peres e Bathan), jogadores desaparecidos…

Mais uma vez fiz a minha parte… E com humildade posso bater no peito e definir… Estudei (como sempre faço) o Estatuto em profundidade…

Mas não serve, de nada adianta…

Esses caras estão preocupados com os seus feudos, com as suas mesas de birita e de carteado… e obviamente com as suas idas e vindas, com muitas selfies, aos camarotes do Maracanã (Moça Bonita nem conhecem e Los Larios jamais entrará no vocabulário deles e delas por uma simples razão: o “pseudo amor deles pelo clube é revestido pela falta de testículos e de ovários de gente que mereça o respeito como ser humano).

Fica fácil de entender como funcionam… não estão nem aí para o que não seja do interesse deles e de “otras cositas más”…

E se aliarmos a isso que temos um Conselho Fiscal que tem um comportamento AUSENTE E DISTANTE… Fique calmo Sr. Presidente Felipe Dias… antes de se preocupar com o que eu falo e escrevo nas redes sociais, procure saber o que gente que pertence aos quadros do próprio Conselho Fiscal e  que VOTOU SIM nessa noite de horrores, fala no Maracanã… Tanto a respeito da saúde financeira do clube, até mesmo da condução dos trabalhos…

Só que esse tipo de gente, garganta de pé de ouvido, chega na hora H e mostra o caráter que tem…

E votam SIM.

Porque é assim que determinam os donos (ou serão os escravocratas) da flusócio, os donos (ou serão os escravocratas) dos Esportes Olímpicos, dos eternos oportunistas da Democracia Tricolor e os representantes do Peter Siemsen que ainda perambulam, como almas penadas no Conselho Deliberativo.

Falando em Conselho Deliberativo… pelo visto a noite da radiografia buco-maxilo-facial nada ensinou, pelo menos por enquanto…

E essa mesa do Conselho Deliberativo também é ponta de lança quando o assunto é ROUBAR SONHOS.

Todos sabem como funciono, que sou rígido quando se trata de cumprir o Estatuto.  Mas infelizmente, como também aconteceu na penúltima reunião, a mesa do Conselho Deliberativo (QUE NÃO CONHECE O ESTATUTO) anteontem não fez cumprir o Estatuto.

De forma clara:

Quando o Conselho Fiscal, ao encontrar os erros nas contas de 2016, ao dizer que em realidade ocorreu adiantamento de receita com relação à Globo, quando descobrem e revelam que o antigo auditor levava bastantes anos trabalhando as contas do clube, que o antigo auditor perdeu documentações de anos anteriores… quando tudo isso ocorreu, o Presidente do Conselho Fiscal deveria ter comunicado imediatamente essas irregularidades, CONFORME REZA O ESTATUTO, aos Presidentes do Conselho Diretor, Pedro Abad e ao Presidente do Conselho Deliberativo, Fernando Cesar Leite.

 

Perguntado VÁRIAS VEZES, em razão de vários ARTIGOS DO ESTATUTO, se o Presidente do Conselho Fiscal havia-lhe feito qualquer comunicação (oficial ou não) nesse sentido, o Presidente do Conselho Deliberativo RESPONDEU COM VÁRIOS “NÃOS”!

 Ora senhores… o Conselho Deliberativo é o MAIOR ÓRGÃO do clube… queiram ou não os babaquinhas da flusócio e os que os acompanham em pensamento.

Então como o Conselho Deliberativo FOI DESRESPEITADO enquanto a NÃO PRÁTICA DO ESTATUTO, seu Presidente, Fernando Cesar Leite, deveria ter encerrado imediatamente a reunião, pois a falta de informação ao Conselho Deliberativo, prejudicava o andamento correto da referida reunião.

E todos sabem que  as contas de 2016 causam impactos nas de 2017.

Simples assim.  Mas não foi.

Preferiram decepcionar a quem de verdade se preocupa com o futuro do Fluminense e se submeter à pressão dos babaquinhas da flusócio, dos Esportes Olímpicos (ou o que restou deles… aonde estão os Beneméritos Atletas de ponta com um peso curricular como um Everardo Cruz, um Sylvio Kelly, um Márvio Kelly ou até mesmo um João Havelange) e dos OPORTUNISTAS da MENTIROSA turma da Democracia Tricolor (que inclusive não apoiou ao Abad enquanto candidato, se dividindo entre o Mario Bittencourt e o Celso Barros)…

E isso somente tem uma definição: ROUBAR SONHOS.

 E nesse sentido isso é o que mais me fode, porque se o Presidente Fernando Cesar Leite foi eleito, foi porque o babaca que vos escreve AQUI foi um dos 3 principais articuladores da sua candidatura, com infindáveis noites e noites passadas (em detrimento da minha vida particular) em reuniões (compareci a todas) que  buscavam  votos que o levassem à vitória.

Isso de que houve um acordo para a sua eleição… Isso não passa de um grande teatro… Fernando Cesar seria eleito ou sim ou sim (naquele 30 de janeiro quando a torcida, no exercício do seu direito como Tricolor, adentrou o Salão Nobre), da mesma forma que o Ricardo Lopes (gilcarneirista de carteirinha) seria derrotado porque simplesmente não possui qualquer carisma para presidir um órgão como o Conselho Deliberativo.

Mas a atuação do Presidente do Conselho Deliberativo conseguiu ser piorada onde MAIS UMA VEZ foi alertado nesta última reunião que haviam erros crassos de interpretação e da não colocação dos artigos  do Estatuto…

Mais uma vez MONOCRATICAMENTE decidiu seguir em direção a um caminho oposto aos que a sua EX base de apoio mostrava ser o correto.

Que decepção!

Mas o que esperar de um Presidente do Conselho Deliberativo que na penúltima reunião OFENDEU-ME  publicamente ao dizer que o meu problema era patológico… Não tenho nenhuma patologia, nem vícios, nem falo com qualquer outra coisa que não sejam seres humanos…  E o pior, não teve a humildade suficiente para pedir perdão.

Então senhores… os babaquinhas da flusócio ROUBAM SONHOS e ILUSÕES…

As pessoas que estão à frente dos Esportes Olímpicos ROUBAM SONHOS e ILUSÕES…

A mentirosa e oportunista Democracia Tricolor ROUBA SONHOS e ILUSÕES…

A mesa do Conselho do Deliberativo quando rasga o Estatuto ROUBA SONHOS e ILUSÕES…

 E quem se fode com isso? A nossa torcida, os nossos milhões de torcedores, as nossas crianças que vem o seu time de coração ser o Rei da Ejaculação Precoce.

 Só que tem parte desse Conselho Deliberativo que não comunga, nem come na mão desses irresponsáveis… E eu estou entre essa gente que tem DIGNIDADE.

Aviso: Pode ser que venha uma grande crise Institucional com uma debandada de Conselheiros que pode tornar sem vida ao Conselho Deliberativo.

Basta com que vários Conselheiros peçam demissão.  O Conselho Deliberativo não pode existir se tiver menos de 150 conselheiros… Se a cifra for inferior a esse número o órgão perde o seu sentido, qualquer jurista sabe disso.  O clube pertence aos Sócios Proprietários, que a partir do momento em que não se sintam respaldados e representados  pelo Conselho Deliberativo, devem ir para a justiça e interditar TODOS OS ÓRGÃOS que dependeram e dependem da anuência do Conselho Deliberativo para existir (leia-se Diretor e Fiscal).

Já que tem gente que prefere andar com os que ROUBAM SONHOS e ILUSÕES, eu escolho distanciar-me desses caras.

O problema do Fluminense não é a falta de dinheiro.  Falta de dinheiro sempre ocorreu, até nos melhores momentos da história.

O problema do Fluminense é a má administração do dinheiro…

O problema do Fluminense é a BOLSA – EMPREGO da flusócio…

O problema do Fluminense é ter departamentos inchados de funcionários indicados mas sem competência me currículo…

O problema do Fluminense é contratar jogadores caros (em quantidade) e sem qualidade…

O problema do Fluminense é permitir que se contratem as BARANGAS DO ABAD (leia-se De Amores, Kaike, Cabezas, Junior Dutra, entre outros)…

O problema do Fluminense é permitir que se renovem durante séculos os contratos de jogadores que pelo andar da carruagem pertencem ao Sub-25…

O problema do Fluminense são as obras que se fazem no clube, emergenciais ou não… Quem define, quem escolhe preço, de quem são as empresas contratadas, quem trabalha nessas empresas?…

Porra, tem tanta coisa para falar… Mas o que existe é um GRANDE ACORDO…

Você fica com o futebol e eu não me meto nas contas do futebol…

Você fica com as obras e eu não questiono as obras que você faz…

Você fica com as quadras de tênis e eu não questiono que o convidado do sócio (que nada paga para entrar no clube, nem para utilizar as dependências da piscina) tem que pagar pela utilizar as quadras de tênis…

Você fica com o social e eu não questiono se o clube não tem vida social…

E isso tem nome: FEUDALISMO.

Estou pensando muito se vale a pena continuar como Conselheiro.  Decepção e  traição são palavras que eu não quero conjugar, nem conviver com elas.

Tomara que a gente ganhe logo do Ceará e que possa ter cabeça para o desafio que teremos na Sul-Americana.

Mas antes de terminar tenho que mandar um abraço para 2 pessoas:

Um  é para o Ricardo Lopes.  Já pode pedir música no Fantástico… Apoiou o Gil Carneiro de Mendonça, apoiou o Álvaro Barcelos e agora é fiel escudeiro do Pedro Abad…  Simplesmente os 3 PIORES Presidentes da história do Fluminense.  Então menos empáfia, menos galhardetes de seda poida, menos alegoria e adereço. E mais uma coisa; aguardo impacientemente saber se o clube já descobriu quem jogou o chumbinho para matar rato na piscina e se as atas das reuniões do Conselho Diretor estão atualizadas (nesse caso pergunto especificamente sobre uma de fevereiro passado onde TODOS OS MEMBROS DO CONSELHO DIRETOR que estavam presentes assinaram um documento onde se assumia que o clube havia feito cagada com relação à questão dos ingressos para as Torcidas Organizadas, com relação à demissão via Whatsapp de 8 jogadores, com relação ao Gustavo Scarpa e com relação ao caso Diego Souza)… Portanto… menos empáfia, menos galhardetes de seda poida, menos alegoria e adereço.

(Ricardo Lopes lado a lado com o ex Presidente Álvaro Barcelos)

E o meu outro abraço é para o Diretor de Tênis Nilton Gibaldi: garoto, você que é oriundo do Tijuca Tênis Clube, aprenda a história do Fluminense, mas a verdadeira, não a que os teus pares e você querem disseminar.  Se não fosse a Vanguarda Tricolor este clube teria acabado. Simples assim.  Quando o David Fischel assumiu interinamente em 1998 eram 6 meses de salários atrasados para com os funcionários, eram quase 40 cheques sem fundos dados a jogadores. E tudo foi PAGO! Você não sabe de nada.  Deveria se preocupar mais de como é visto pelas pessoas que freqüentam o Tênis e melhorar o seu relacionamento com os funcionários do clube, sejam ou não do seu departamento.  Espero do fundo do coração que já esteja resolvido aquele problema.

De resto…

Sobram cargos no clube… funções que existem com outros fins e que funcionam de forma errada…  Mas a coluna já está muito extensa para que eu perca mais tempo para falar de como funcionam os funcionários responsáveis pela Ouvidoria, pela Secretária, pelo Social, pela Administração e pelo Financeiro.

 

Para terminar:

flusócio  0 x 6 Antonio Gonzalez

José Roberto Nunes Pires, Rogério Romano, Fernando Simone e esposa, Roberta Fernandes e Pedro Abad, registraram boletins de ocorrência tentando que eu fosse processado por calúnia, ofensa e ameaça…

Tentaram…

O Ministério Publico pediu o arquivamento por não encontrar indícios.  O juiz DEFERIU!

Antes disso teve gente batendo no peito e dizendo nos Twitters da vida que estava me processando, que fazia e acontecia, que me encarava…

Agora tem mais é que enfiar a viola no saco.

Sou sincero: não gostaria de ter escrito essa coluna. Mas existem momentos em que a vida te faz escolher…

E eu ficarei SEMPRE do lado que eu ver que é o correto. NÃO ABRO MÃO DA DEFESA DOS INTERESSES DO Fluminense.

Que venha o Ceará!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *